Com a popularização das tecnologias em fibra óptica, já é possível encontrar provedores investindo em soluções de FTTH (fiber to the home), que é a tecnologia empregada para entregar a fibra até dentro da sua casa.

a-broadband-solutions-gpon-v3

download-2

Cabe aqui uma observação: Temos visto muitos provedores utilizando algumas tecnologias, que chamamos de mista (FTTX), que é quando a fibra se encontra somente no poste e chegada do link na sua casa é feita via cabo de rede ethernet. Nesse cenário, a fibra NÃO CHEGA na sua casa, NÃO É FTTH e o custo de implantação é completamente diferente para empresas que utilizam o FTTH.

 

QUANTO CUSTA PARA O PROVEDOR SUA INSTALAÇÃO?

Primeiro ponto a se levar em consideração é quanto custa para o provedor a instalação da sua internet FTTH.

É muito comum encontrarmos projetos de fibra óptica, mal planejados. Esses projetos poderão influenciar futuramente na qualidade da sua navegação.

cto-no-poste

Mas como saber se um projeto de fibra é mal planejado? Verifique se a distância do seu imóvel até a primeira caixa de atendimento é superior a 150 metros. Exemplo: o projeto de fibra da Vivavox Telecom, em Santa Rita do Sapucaí, foi projetado para que a distância máxima entre um imóvel até a primeira caixa de atendimento fosse de 70 a 90 metros, salvo quando a caixa está sobrecarregada e não seja mais possível realizar expansão da mesma. Essa padronização tem um motivo: diminuir o custo da fibra na instalação do cliente. Quanto menos fibra usarmos para chegar no cliente, mais barato fica para o usuário.

Custos que devem ser levados em consideração pelo provedor:

Tomando por base os preços atuais de cada componente necessário para a instalação, o custo para o provedor varia entre R$700,00 a R$900,00. Essa variação é em decorrência do valor da mão de obra empregada,  poder de compra dos componentes e tamanho da fibra que foi usada.

 

QUANTO CUSTA A INSTALAÇÃO PARA O CLIENTE FINAL?

Como já sabemos quanto um provedor gasta com a instalação, temos um parâmetro para entender a abordagem no valor da instalação do seu provedor.

123

É normal entre os provedores, no início de suas operações, subsidiarem uma porcentagem da instalação para o cliente final. Durante o ano de 2016, muitos provedores adotaram o subsídio de 50%. Dessa forma, uma instalação para o cliente variava entre R$300 a R$500,00.

No ano de 2017 será comum a redução da instalação e até mesmo isenção, em virtude da queda nos valores dos componentes, concorrência e outros motivos. Mas cuidado, nem todo provedor que isenta, é o melhor provedor. Falaremos mais sobre isso depois.

 

PORQUE EXISTE A FIDELIZAÇÃO?

A fidelização de um cliente por parte do provedor tem um motivo: garantir que o cliente permaneça na sua carteira enquanto o pagamento do subsídio não tenha sido retornado ao provedor.

service-03

O que deve se levar em consideração é a legalidade da fidelização. E uma vez que você sabe já qual o valor investido pelo provedor na sua instalação, é possível mensurar depois de quanto tempo ele passará a ter lucro contigo.

A legislação do período de fidelização de um contrato estipula claramente (no artigo 4.º do Decreto-Lei n.º 56/2010, de 1 de junho) que o período de fidelização tem uma duração máxima de 24 meses, podendo no entanto ser inferior (12 ou 18 meses).

Mais recentemente, a legislação introduziu a possibilidade de períodos de fidelização de 6 meses nos contratos com operadoras de telecomunicações ou mesmo de contratos sem fidelização.

O cliente pode querer cancelar o contrato que assinou, sendo que o operador não pode recusar-se a fazê-lo, mas caso esteja ainda dentro do período de fidelização, deverá ser lhe cobrado um pagamento.

De acordo com a nova legislação, o valor a cobrar não pode ultrapassar custos que o fornecedor teve com a instalação da operação, sendo proibida a cobrança de qualquer contrapartida a título indenizatório ou compensatório. Anteriormente, a indenização correspondia ao valor das mensalidades em falta até ao final do contrato.

estagio

Mas nem sempre o cliente é penalizado, ainda que no decorrer do período de fidelização. Um contrato define as obrigações do consumidor, mas também as da empresa fornecedora do serviço. Logo, sempre que esta não cumpra e o cliente esteja insatisfeito com a qualidade do serviço, pode resolver o contrato. O importante é que sustente essa renúncia num fundamento legal que afaste a aplicação da penalização por incumprimento contratual.

Se está insatisfeito com o serviço contratado, comece por apresentar uma reclamação, por escrito, à operadora em causa. Se não houver resposta ou não se traduzir numa melhoria do serviço, poderá optar por terminar o contrato.

Provedores que não impõem fidelização aos seus clientes expressam, dessa maneira, que confiam no seu serviço e que entenderam que a principal ferramenta de fidelização é a qualidade prestada.

 

NEM SEMPRE QUEM ISENTA A INSTALAÇÃO É A MELHOR OPÇÃO!

Claro que todas as pessoas desejam o melhor produto pelo melhor preço.  Tomando por esse pressuposto, nem sempre o melhor produto tem o preço mais barato. Pelo contrário, é natural que produtos de melhor qualidade custem mais caro.

Com a aquisição e um link de internet para seu imóvel, não é diferente. É muito importante conhecer de quem está realizando a compra e qual a “fama” do provedor que está adquirindo. É necessário investir tempo na pesquisa e principalmente na informação dos clientes atuais. Para isso, não perca tempo e pergunte nos fóruns da cidades, veja os comentários no facebook e principalmente pergunte a opinião dos seus amigos que porventura já sejam clientes desse provedor.

Produzimos um e-book onde você aprenderá quais as perguntas que deve fazer ao provedor que deseja contratar e quais as perguntas que a maioria dos provedores fogem numa negociação. BAIXE AGORA O E-BOOK!

profissionais-felizes-1

Mas o que fazer se o melhor provedor da região não está isentando da instalação?

Se o provedor que você deseja, não tem isentado a instalação, deve existir um motivo. Então questione!

É comum clientes, apostarem em provedores que não cumprem com o prometido somente por conta de pequenas isenções, e passam a sofrer com uma baixa qualidade do serviço.

Entenda: Um link de fibra pode ser mais caro, mas é a tecnologia mais avançada para distribuição de internet. Mas nada disso adianta, se o seu provedor não for idôneo e não for capaz de injetar na fibra um link de qualidade.  O sucesso do seu link em fibra é 100% responsabilidade do provedor que o entrega. Dessa maneira, pesquise e questione o seu futuro provedor com todas as dúvidas possíveis que tenha. Assim, você não terá receio de investir um pouco mais, em um produto que não lhe trará problemas no futuro.

 

 

0 resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.